Quer um curso intensivo sobre criptomoedas? Construa um equipamento de mineração.

A esta altura, muitas pessoas já sabem o básico das criptomoedas: bitcoin, ethereum, existência de outras moedas, a importância do blockchain, mas geralmente não vai muito além disso.

De novo… o que é mineração?

Muitos também ouviram falar do conceito de “mineração”. Mineração é o termo usado para o processo de auditoria das transações que foram reportadas em uma rede de criptomoedas. Se a maioria dos “auditores” concordar que desde a última auditoria (cada auditoria ocorre com bastante frequência – de segundos a cada 10 minutos), uma determinada pessoa A transferiu X valor de uma criptomoeda para pessoa B, então essa transação é registrada no blockchain e se torna uma realidade para sempre.

Mas como alguém se torna um “minerador” ou um auditor? Tudo o que precisa ser feito é baixar o software necessário em um computador que será utilizado para isto e o sistema (ou “plataforma de mineração”, como é chamado) fará isso sozinho.

Portanto, não. Você não vai se sentar para analisar milhares de entradas contábeis para verificar se elas são corretas ou não. O software faz isso sem muito da sua interferência ou mesmo sem que você saiba muito sobre o que está acontecendo.

O software é o mesmo usado por milhares de outros mineradores e a idéia é que um grupo de auditores bastante disperso acabará criando uma rede confiável de verificação que tornará difícil ou muito custoso para um indivíduo tentar fraudar o blockchain.

Algumas pessoas estão familiarizadas com o programa SETI que durou anos. Este foi um programa patrocinado pela NASA que em certo ponto sugeriu que todos que tivessem um computador com conexão à internet poderiam doar o tempo / desempenho ocioso de seu computador com o propósito de analisar dados – à distância – com o objetivo de encontrar atividade extraterrestre. Muitas pessoas disponibilizaram seus recursos apenas por diversão, ou porque acharam uma causa nobre.

Foi assim que começou a mineração de criptomoeda. Na época, algumas pessoas em todo o mundo começaram a dedicar seu tempo ocioso de processamento a atividades de mineração de criptomoeda – bitcoin, ether etc., especialmente porque há uma recompensa conectada com a mineração – no começo, o valor da recompensa não era significativo, mas com o tempo (com a valorização dos tokens como bitcoin ou ether) tornou-se uma atividade lucrativa.

De qualquer forma, como a probabilidade de obter a recompensa está diretamente relacionada ao desempenho de cada computador, a mineração se tornou um negócio sério nos últimos anos e atualmente é altamente competitiva. À medida que a competitividade aumenta, as margens são reduzidas e toda a atenção vai para o custo – custo da eletricidade dedicada à mineração (um grande componente), custo do equipamento, manutenção, etc.

Bitcoin-mining-farm-in-China
Galpão com equipamentos de mineração na China

E… por que vale a pena entrar nisso?

Bem, para mim, apenas pelo aspecto educacional. Como hobby, pode ser interessante. Do ponto de vista comercial, hoje em dia, provavelmente não vale a pena.

Além dos riscos enfrentados por todos os negócios, o negócio de mineração de criptomoeda também é afetado especificamente por:

(i) número de participantes na atividade – não há barreiras para entrar e cada minerador compartilha o valor limitado de recompensa, levando ao problema da tragedy of the commons;

(ii) novas tecnologias entrando em cena – como a mineração depende de equipamentos muito específicos, toda ameaça de um novo equipamento que entra no mercado sacode o mundo dos mineradores, que geralmente investem pesadamente em seus equipamentos e dependem dos resultados para alcançar seus o retorno esperado;

(iii) flutuações nos valores das criptomoedas, impactando diretamente as recompensas, já que os equipamentos, energia e tudo o mais são precificados em moeda comum (real, dólar, euro, etc), enquanto as recompensas das atividades de mineração são dadas em unidades da própria criptomoeda. Portanto, uma queda repentina nos preços de criptomoeda (como estamos experimentando nas últimas semanas) traz um enorme impacto no plano de negócios de um equipamento de mineração de criptomoeda;

(iv) regulamentação; em uma área ainda que ainda tem pouca regulamentação, como o mundo da criptomoeda, a regulamentação iminente tira o sono de muitos mineradores.

Em qualquer caso (sem me importar se o empreendimento seria lucrativo ou não), depois de me armar com a coragem de comprar 15 itens diferentes da Amazon, eu estava pronto para entrar em uma área completamente nova para mim.

IMG_0470
Este foi o começo. Mal sabia quanto trabalho teria pela frente…

 

IMG_0472

Por mais que eu tenha uma paixão por tecnologia, não tenho experiência profissional em TI. O processo de construção de uma plataforma de mineração realmente envolve a construção de um computador, isto é, comprar uma placa-mãe, uma CPU, conexões, ventiladores, placas gráficas (ou GPUs), fonte de alimentação, cartão de memória RAM etc. Há vários vídeos no youtube ensinando como construir uma plataforma destas. Passei bastante tempo nesse processo de aprendizado.

 

 

Assim como com uma receita de bolo, pode ser necessário adaptar-se ao que está disponível – na ausência de açúcar branco, posso usar açúcar mascavo? Ou mel? Posso usar farinha integral em vez de farinha normal? Como essas pequenas coisas afetarão o resultado final? No entanto, quando se trata de peças de computador, estas adaptações podem ser mais arriscadas.

Eu tive que adaptar um pouco, já que os itens da lista de compras que recebi das lições do youtube nem sempre estavam disponíveis. Funcionou na maior parte do tempo, mas eu tive que substituir mais tarde um item ou dois e devolver outro que acabou sendo desnecessário.

Este primeiro equipamento de mineração levou alguns dias para ser construído. Tenho certeza de que um segundo (se é que algum dia chegarei a construir um segundo) seria muito mais fácil, já que estou mais confortável com a sequência de eventos, conexões, etc., mas construir é apenas o primeiro passo.

IMG_0476

Quando finalmente estava pronto para ser ligado, descobri que a parte do software era ainda mais complicada que o hardware. Mesmo as soluções “fáceis” não são tão fáceis se você não é um especialista em TI.

O que eu descobri ser viável era usar o simplemining.net. Não tenho certeza se é o mais fácil, mas como é amplamente adotado, há muitos vídeos e relatórios sobre como usar o site e como lidar com as diferentes opções.

E, especificamente, a grande variedade de opções é horrível de se lidar. Se você não sabe o que elas significam, como você pode escolher? Devo fazer um overclock na memória, no core ou… o que isso significa?

Enfim, eu tive muitas tentativas e erros até acertar. E no final do segundo dia, finalmente vi uma mensagem na tela indicando que o computador estava, afinal, minerando!

IMG_0491

Meu objetivo é apenas educacional. Eu montei este equipamento para realmente viver essa curva de aprendizado e ficar mais confortável com os conceitos que ainda não entendia. Estou chegando lá. Ainda vai demorar um pouco até eu compreender completamente todo o processo.

 

cropped-crypto-conjecture-logo-22.png

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: